Entradas populares

Dia de São Valentim



A história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum já tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.

O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

Além de continuar celebrando casamentos, ele se casou secretamente, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens davam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes de partir, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

Considerado mártir pela Igreja Católica, a data de sua morte - 14 de fevereiro - também marca a véspera de lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa da mulher e do matrimônio) e de Pan (mitologia) (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade.

Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o Valentine's Day. E na Idade Média, dizia-se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta da amada.

O dia é hoje muito associado com a troca mútua de recados de amor em forma de objetos simbólicos. Símbolos modernos incluem a silhueta de um coração e a figura de um Cupido com asas. Iniciada no século XIX, a prática de recados manuscritos deu lugar à troca de cartões de felicitação produzidos em massa. Estima-se que, mundo afora, aproximadamente um bilhão de cartões com mensagens românticas são mandados a cada ano, tornando esse dia um dos mais lucrativos do ano. Também se estima que as mulheres comprem aproximadamente 85% de todos os presentes no Brasil.

No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de Junho por ser véspera do 13 de Junho, Dia de Santo António, santo português com tradição de casamenteiro, provavelmente devido suas pregações a respeito da importância da união familiar que era combatida pela heresia da época chamada Catarismo. O casamento - em queda na Idade Média - gerava filhos que a seita cátara condenava pois para esta o mundo era intrinsecamente mau pois, ao invés de ter sido criado por um Deus bom, teria sido criado por um Deus mau.

(fonte: wikipédia)
Apesar de ter sido ontem (rsrs), Feliz dia de são valentim! OU Feliz dia dos namorados!

¡Compártelo!

9 comentários:

Alexandre Terra

mt legal esse seu post, sempre fiquei pensando pq quase o mundo todo comemora dia de São Valentim.....mas aqui no Brasil agente comemora dia dos namorados em junho?

http://schuanele.blogspot.com/

cacaubertrand

O dia dos namorados é às vésperas do dia 13 de junho (dia de santo antônio,o santo casamenteiro), mas isso é só coincidência. Foi introduzido no Brasil por volta de 1950 pelo empresário João Dória para aumentar as vendas do comércio,pois este era um mês considerado fraco p as vendas.
João Dória instituiu a data com o slogan "Não é só de beijos que se prova o amor". A moda 'pegou' e no ano seguinte passou a se comemorar o dia 12 de junho como sendo o Dia dos Namorados no Brasil. =D (fonte: a internet)

Yuri [VerbALL]

Eu quero que o brasil tenha Valentines Day. Nosso dia dos namorados é muito torto. Lá pelo menos tem algum significado, aqui é somente uma forma de vender mais bijuterias.

http://verball.com.br

cacaubertrand

É só passarmos a adotar essa data. Sem presentes, apenas como um dia especial de demonstramos afeto a quem gostamos! =)

Bianca Sousa

q historinha absurda essa... mas oq nao é absurdo hoje?

ele era casado, se apaixona por outra (filha do carcereiro) q nao sei pq tava num lugar desses... o.o - (o pai dela q era o funcionario..nao ela..rsr)

enfim, nao gosto do contexto e principalmente, q o amor é verdadeiro e existe qdo ele é impossivel.

gosto de realizar as coisas. fazer acontecer.
amo o amor, ele faz as pessoas fazerem milagres.

Anônimo

Pelo que entendi, ele estava preso por descumprir uma lei (não realizar casamentos).

Ana Cláudia

Gutt e Ariane

Bom, a isso eu comparo a Biblia... uma história secular que, a cada ano que passa, acrescenta-se ou descobre-se algo, que milagrosamente, passa a ser uma verdade incontestável.
Não critico quem acredita nesse tipo de coisa, mas a mim não serve. Vivo perfeitamente sem crença alguma...

Mattheus Rocha

E viva o amor !!!

Cuidado ao usar a Wikipedia como fonte única. Nem todas informações lá são verdadeiras. Sempre é bom confrontar com outras fontes.

Saudações.

Marcia Rodrigues

Belíssimo post!

Precisamos e muito acreditar no amor, não só no amor entre homem e mulher, mas no amor de forma universal; pois é o amor que ao longo da existência humana vem aplacar a intolerância.

Beijos.

Postar um comentário

Pesquisa

 

compartilhadís­simos

Coisas da Cacau Copyright © 2011 | Tema diseñado por: compartidisimo | Con la tecnología de: Blogger